Assistente Social Judiciária associada será palestrante no XII FONAVID

A Assistente Social Judiciária do Tribunal de Justiça do Paraná, Bruna Woinorvski de Miranda, palestrará no próximo XII Fórum Nacional de Juízes de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher (FONAVID), no dia 21/10/2020, às 19h30, em painel sobre “A manifestação da violência doméstica contra as mulheres sob diferentes olhares: Violência psicológica, decorrente de acusação de alienação parental e aspectos sociais.”
O evento, integralmente virtual, será realizado nos dias 19 a 23 de outubro em parceria com o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), com apoio da Organização das Nações Unidas (ONU), da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), da Associação dos Magistrados do Piauí (AMAPI), e do Instituto Maria da Penha (IMP).
Segundo a associada, “constitui uma felicidade representar o TJPR nesse evento de grande importância que tem norteado o trabalho na área da violência doméstica e familiar contra a mulher. E, especialmente, em poder contribuir com o olhar interdisciplinar sobre o tema – um dos maiores desafios no cotidiano do Poder Judiciário”.
“Minha fala terá como base o meu recém lançado livro “Violência contra a mulher: parâmetros para a atuação no judiciário”. Resultante de pesquisas em nível de mestrado e doutorado, a obra traz um resgate histórico e social sobre a violência contra a mulher alinhado à luta pelo reconhecimento dos seus direitos humanos até a consolidação de Políticas Públicas de enfrentamento ao problema – das quais o Judiciário é integrante. Com olhar inovador para as partes, apresenta, ainda, perspectivas práticas de atuação junto de homens e mulheres com situação de violência judicializada, que podem ser contributivas para a redução das estatísticas de violência”, acrescentou Bruna.
Ela destacou ainda que “a fala no evento vai um pouco além e trará, ainda, alguns apotamentos sobre o período da pandemia pela Covid 19 que elucidou mais que a violência doméstica, a prevalência de uma violência estrutural sobre as mulheres. Diante disso, a sensibilidade e multidisciplinaridade são, mais do que nunca, necessárias e o Poder Judiciário precisa estar atento ao cenário e a essas particularidades para que tenha uma prestação jurisdicional condizente e efetiva, alinhada às normativas e ao trabalho em rede”.
A filiada Bruna Woinorvski de Miranda é Bacharel em Serviço Social (UEPG), com especializações na área da Gestão Pública (UEPG/UFPR), em Acolhimento Institucional e Familiar (PUC/PR) e em Intervenção Sociocultural (Unicentro). Mestre em Ciências Sociais Aplicadas (UEPG) e doutoranda no mesmo programa e universidade. Atualmente ocupa o cargo de Assistente Social Judiciária no Tribunal de Justiça do Estado do Paraná (TJ/PR), lotada no Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher, Vara de Crimes contra Crianças, Adolescentes e Idosos da Comarca de Ponta Grossa.
Para mais informações sobre o XII FONAVID, clique AQUI.
Compartilhar:

três × 1 =